• stephanie.sousa

Branding durante a crise de uma marca


Um bom gestor de marcas já sabe que se leva anos para construir uma marca e segundos para destruí-la.

Existem pelo menos 10 razões para investir em branding durante a crise que são:

1. Ter uma ligação que sirva para alinhar processos, comportamentos, inovação e principalmente as respostas a consumidores, clientes, fornecedores, investidores.


2. Tem que haver um processo de comunicação no momento da crise que tenha capacidade de transmitir credibilidade e inspiração definindo o que a marca faz.


3. Branding é um processo que a crise pode ajudar a fortalecer


4. A marca é construída com a colaboração de muitas exigências dentro da empresa. Onde os funcionários acreditam e se inspiram na própria empresa.


5. Não basta apenas ter uma boa identidade, medir resultado ou garantir um bom alinhamento de experiencias, mas sim tem que trazer o consumidor para perto da marca.


6. O consumidor tem que se sentir influenciado pelo que a empresa faz, e o equilíbrio entre as suas dimensões.


7. Os esforços têm de ser optimizados para que todas as dimensões da marca sejam analisadas e transformadas para superar a crise.


8. Cada marca precisa de uma boa estratégia para se diferenciar da sua competência. Existem varias ferramentas que são usadas para construir a marca.


9. O branding cria demanada e valor da marca, mas no momento de crise as acções das marcas fortes sofrem menor impacto.


10. No momento da crise o gestor da marca precisa de confiar na sua experiencia e entendimento do mercado. Até a opinião do consumidor é importante porque ele julga que não conhece e não tem informações sobre tendências e oportunidades.

4 visualizações